Comunicação - Notícias

Tornar a segurança e saúde das mulheres no trabalho uma prioridade diária

09/03/2018

Tornar a segurança e saúde das mulheres no trabalho uma prioridade diária

 

A EU-OSHA, por ocasião da comemoração do Dia Internacional da Mulher, promoveu a sensibilização para os riscos nos locais de trabalho e as suas implicações para as mulheres.

 

No âmbito desta sensibilização, a EU-OSHA deu especial ênfase às mulheres trabalhadoras mais velhas, no que se refere à gestão da segurança e saúde no trabalho (SST).

O facto de existirem diferenças específicas em matéria de género no local de trabalho podem levar a uma redução do bem-estar das mulheres, no seguimento da falta de perspetivas de evolução profissional. As mulheres, de um modo geral, mas em especial as mais velhas, estão, também, expostas a vários riscos comparativamente aos homens, ao longo das suas vidas profissionais.

O percurso profissional das mulheres é, na sua maioria, menos dinâmico em comparação com o dos homens, existindo uma tendência a que estas permaneçam em empregos de grau inferior, estando mais propensas a fazer o mesmo trabalho durante um período de tempo mais longo e executando tarefas mais repetitivas.

Assim, é necessária uma melhor gestão da SST para prevenir os riscos, acidentes e doenças que afetam as mulheres no trabalho.

Dentro das várias iniciativas, destaca-se a iniciativa do Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE), que promove a tolerância zero em relação ao assédio sexual e à violência sexual com base no género no local de trabalho.

Destaca-se, também, a assinatura conjunta das agências da EU pela EU-OSHA que apoio a saúde, a segurança e o bem-estar de todos os trabalhadores, com base no princípio da igualdade de género e de tratamento nos locais de trabalho.

 

Fonte: EU-OSHA

 

Voltar às notícias
Clique aqui - Ligamos Grátis Clique aqui
Ligamos Grátis