Comunicação - Notícias

EU-OSHA faz análise: os sistemas de alerta e sentinela captam sinais precoces de doenças relacionadas com o trabalho

23/08/2017

EU-OSHA faz análise: os sistemas de alerta e sentinela captam sinais precoces de doenças relacionadas com o trabalho

 

A EU-OSHA divulgou recentemente um relatório sobre as metodologias para identificar doenças relacionadas com o trabalho.

 

Os sistemas de alerta e sentinela permitem a deteção de doenças, novas ou emergentes, relacionadas com o trabalho e são úteis para complementar os números oficiais de doenças profissionais.

A literatura sobre o número limitado de abordagens de alerta e sentinela existentes foi analisada pela EU-OSHA para ponderar os seus benefícios, sendo que se conclui que existe um número limitado de sistemas implementados apesar do seu contributo para intervenções e prevenção no local de trabalho.

O relatório (disponível em inglês) analisa os sistemas de alerta e sentinela existentes, bem como outros sistemas de monitorização que apresentam características que também se adequam à deteção de doenças relacionadas com o trabalho.

Da análise resultam insuficiências, tais como a falta de recolha de dados sobre a avaliação da exposição no local de trabalho, a cobertura deficiente de alguns grupos de trabalhadores e doenças, principalmente as doenças mentais.

Conclui-se também que o elo para a prevenção é, de facto, fraco. Neste relatório é, igualmente, possível encontrar exemplos de boas práticas, com especial relevância para a importância de se chegar aos intervenientes certos para que seja posssível tirar o máximo partido destes sistemas.

 

Fonte: EU-OSHA

 

 

 

 

Voltar às notícias
Clique aqui - Ligamos Grátis Clique aqui
Ligamos Grátis