Comunicação - Notícias

Setor das pescas continua a bater recordes de sinistralidade laboral

01/03/2016

Setor das pescas continua a bater recordes de sinistralidade laboral

 

Os acidentes de trabalho no setor das pescas continuam a bater todos os recordes. De acordo com o inspetor geral da ACT, Pedro Pimenta Braz, a Pesca é um emprego de alto risco, reforçando que se não houver um conjunto de regras a cumprir, os números de sinistralidade irão manter-se elevados.

 

Serão apresentados hoje, dia 1 de março, os resultados da campanha de sensibilização para a melhoria das condições do trabalho na pesca, a qual dura já há um ano.

Na pesca, enquanto setor económico, são evidentes algumas características particulares, tais como a vigência de regras particulares de acesso à profissão e embarque, o emprego de artes de pesca e processos de trabalho muito diversos e específicos para a obtenção das diferentes espécies piscícolas, pressupostos de materialização de características intrínsecas de segurança estrutural das embarcações e o uso de equipamentos eletrónicos a bordo por imperativos de segurança marítima.

Pedro Pimenta Braz não tem dúvidas de que, perante o alto risco da atividade piscatória, é necessário que os pescadores façam uma avaliação rigorosa das condições em que vão sair para o mar.

Registe-se que, em 2014 e 2015, ocorreram doze mortes nesta área em específico.

 

Fonte: www.rtp.pt

 

 

Voltar às notícias
Clique aqui - Ligamos Grátis Clique aqui
Ligamos Grátis