Comunicação - Notícias

Quanto custa às empresas uma lesão musculoesquelética?

09/09/2015

Quanto custa às empresas uma lesão musculoesquelética?

Os custos associados às lesões musculoesqueléticas podem ser divididos em diretos e indiretos.

Os custos diretos referem-se às indemnizações, tratamentos médicos e farmacêuticos pagos aos trabalhadores que sofrem as lesões. São custos segurados pelos prémios de seguros pagos pelo empregador, enquanto os custos indiretos dizem respeito à diminuição da produtividade, substituição dos trabalhadores e formação dos trabalhadores substituídos, também suportados pelo empregador.

 

Custos por Trabalhador com lesão musculoesquelética:

 

Custos diretos

- Prémio de seguro mensal: 18,00€

Custos indiretos

- Perda de produtividade: 250,00€ por hora

- Retribuição diária do substituto: 18,86€ (valor tendo em conta o ordenado mínimo nacional e os respetivos subsídios de férias e de Natal)

- Formação ao substituto: 50% da produtividade

Estes custos não contabilizam as ITA (Incapacidade Temporária Absoluta) e nem as ITP (Incapacidade Temporária Parcial), tendo em conta que isso remete para uma avaliação mais interna e que depende de acidente para acidente. Os custos aqui apresentados são 100% a cargo das empresas.

Somando os valores referidos, o custo final diário para a empresa é de 1 036,86€ por cada lesão musculoesquelética.

(Fonte: Revista Segurança

Ainda acha que a prevenção não é importante?

Contacte-nos para mais informações!

 

 

 


 

 

 

Voltar às notícias
Clique aqui - Ligamos Grátis Clique aqui
Ligamos Grátis